sexta-feira, 12 de maio de 2017

Peregrinação de Sua Santidade o Papa Francisco ao Santuário de Fátima

Gravura da autoria de 
Francisco de Noronha e Andrade
Vários Membros da Assembleia dos Cavaleiros Portugueses da Ordem de Malta, dentre os quais muitos recém regressados de Lourdes, França, onde participaram na Peregrinação Anual dos Cavaleiros de Malta, estão já na estrada a auxiliar as dezenas de voluntários do CVOM - Corpo de Voluntários da Ordem de Malta, na assistência aos Peregrinos e a caminho do Santuário de Fátima, onde participarão nas Cerimónias de Comemoração do Centenário das Aparições de Nossa Senhora aos Pastorinhos.
Por esta ocasião, a Assembleia dos Cavaleiros Portugueses da Ordem de Malta vai oferecer a Sua Santidade o Santo Padre Francisco uma gravura da autoria do Confrade Dr. Francisco de Noronha e Andrade, representando a Aparição de Nossa Senhora aos três Pastorinhos.

domingo, 7 de maio de 2017

Com os peregrinos a caminho de Fátima!


Durante os próximos dias estaremos na estrada, com o CVOM - Corpo de Voluntários da Ordem de Malta, a auxiliar, confortar, recuperar e incentivar os peregrinos que demandam o Santuário de Fátima. Se vai para a estrada, redobre a sua atenção, ajude e incentive a fazer este caminho; um caminho de fé e devoção, mas também de tolerância, respeito pelas razões e convicções do outro, de liberdade e solidariedade.

"Desde tempos imemoriais que os peregrinos – vocábulo de origem latina, per agrum, que significa ‘pelos campos’ –, realizam, no âmbito histórico e religioso, individualmente ou em grupo, jornadas em direção a um determinado lugar sagrado.
Em Portugal, existe uma forte tradição na realização de peregrinações cristãs direccionadas para os mais variados locais de culto, com destaque para aquelas que se decorrem no Santuário de Fátima, que envolve inúmeras pessoas.
É de referir que a condição de peregrino não se esgota na intenção de caminhar em direção de um lugar sagrado; importa também valorizar o motivo que o levou a fazer essa jornada, determinante para a sua vida, onde muitas vezes se procura o sentido da própria existência, como um percurso interior.
4. Importa referir, também, que o ato de peregrinar abrange uma amplitude que vai muito para além da condição de crente de quem o pratica, abrangendo uma dimensão social, cultural e económica que se deve também valorizar.
Na sua declaração de 23 de novembro de 1987, a propósito da revitalização do Caminho de Santiago, o Conselho da Europa reconhece “que a força que, ao longo dos tempos, animou os peregrinos e, para além das diferenças e interesses nacionais, os reuniu numa aspiração comum, nos inspire hoje, e muito particularmente os jovens, a percorrer estes caminhos, em ordem a construirmos uma sociedade fundada na tolerância, no respeito do outro, na liberdade e na solidariedade”.
in Resolução da Assembleia da República n.º 66/2014, que instituiu o Dia Nacional do Peregrino, publicada em DR, 1.ª Série, n.º 134, de 15 de julho de 2014.

sábado, 6 de maio de 2017

João Freire de Andrade entra na fase final do seu Noviciado como Cavaleiro Professo

Acto Solene de Profissão de João Freire de Andrade
Durante a Peregrinação Anual e Internacional da Ordem de Malta ao Santuário de Nossa Senhora de Lourdes, em França, que está a ter lugar este fim-de-semana, o Cavaleiro de Honra e Devoção, Dr. João Augusto Esquível Freire de Andrade, sob testemunho do Cavaleiro de Justiça Frei Dom Ruy Villas-Boas (Guilhomil), renovou os seus Votos Temporários do Noviciado de Cavaleiro Professo. Deo Gratias!

domingo, 30 de abril de 2017

Juramento de Fra' Giacomo Dalla Torre.

Acto de Juramento de Fra' Giacomo Dalla Torre
Fra' Giacomo Dalla Torre do Tempio de Sanguinetto, eleito Lugar-Tenente do Grão-Mestre, na manhã de ontem, prestou hoje juramento na Igreja de Santa Maria, no Aventino, sob a presença dos demais Membros do Conselho Completo de Estado e do Delegado Especial de Sua Santidade o Papa.
Após o juramento, o Grande Comandante, Fra' Ludwig Hoffmann von Rumerstein conferiu o colar do Grão-Mestre ao Lugar-Tenente, tendo o Grande Chanceler Albrecht Boeselager declarado dissolvido o Conselho Completo de Estado.
Este mandato terá a duração de um ano, findo o qual será convocado no Conselho Completo de Estado para que se proceda à eleição do Grão-Mestre.



sábado, 29 de abril de 2017

Eleito o novo líder da Ordem de Malta

Conforme anunciado, hoje, dia 29 de Abril de 2017, o Conselho Completo de Estado da Ordem de Malta, órgão electivo, reuniu-se na Villa Magistral, em Roma, com o propósito de eleger o Grão-Mestre ou, não sendo possível, o Lugar-Tenente do Grão-Mestre.

Reunião do Conselho Completo de Estado da Ordem de Malta
Foi eleito Lugar-Tenente, o italiano Fra’ Giacomo dalla Torre del Tempio di Sanguinetto, com 72 anos, nascido em Roma, em 09 de Dezembro de 1944, que vinha ocupando o cargo de Grão-Prior desta sua cidade natal desde 2008.

Fra’ Giacomo dalla Torre del Tempio di Sanguinetto
n.09 de Dezembro de 1944, em Roma
O Lugar-Tenente, cuja particularidade do cargo é a de nele apenas poder permanecer pelo período de um ano - recorde-se que a Ordem de Malta é uma Monarquia Electiva Constitucional e o cargo de Grão-Mestre é para a vida -, manifestou vontade de trabalhar em conjunto com o Soberano Conselho para promover atividades diplomáticas, sociais e humanitárias, e fortalecer a vida espiritual e o comprometimento de seus 13.500 membros e dos seus mais de 100.000 voluntários e funcionários.
Conforme previsto, o eleito será empossando amanhã, prestando juramento em Sessão Solene do Conselho Completo de Estado na presença do Delegado Especial de Sua Santidade o Papa, Dom Giovanni Angelo Becciu, seguindo-se a celebração da Santa Missa na Igreja da Ordem, no Aventino.
Sua Santidade o Papa Francisco foi já informado por carta da eleição. Seguidamente, procedeu-se à informação de todos os Grão-Priorados, Sub-Priorados e Associações Nacionais da Ordem no Mundo, juntamente com 106 países com os quais a Ordem tem relações diplomáticas.

Perfil de Fra 'Giacomo dalla Torre del Tempio di Sanguinetto
Giacomo del Tempio di Sanguinetto nasceu em Roma, em 09 de Dezembro de 1944. Formou em Literatura e Filosofia na Universidade de Roma, com especialização em Arqueologia Cristã e História da Arte, ocupou cargos acadêmicos na Pontifícia Universidade Urbaniana, ensinando grego clássico. Foi ainda responsável pela Biblioteca e arquivista das mais importantes coleções da Universidade. Publicou ensaios e artigos sobre história da arte medieval.
Ingressou na Ordem Soberana e Militar de Malta em 1985, tendo professado os votos solenes em 1993. De 1994 a 1999 foi o Grão-Prior da Lombardia e Veneza e de 1999 a 2004 foi membro do Soberano Conselho da Ordem. Em 2004 o Capítulo Geral elegeu-o Grande Comendador da Ordem e aquando da morte do 78º Grão-Mestre Fra 'Andrew Bertie foi Tenente Temporário. Desde 2008, ocupa o cargo de Grão-Prior de Roma.
A primeira grande actividade do novo Tenente Grão-Mestre será a 59ª Peregrinação Internacional da Ordem de Malta a Lourdes, que será realizada em Maio do próximo ano.
Uma das tarefas mais importantes do ano do seu mandato, será trabalhar para o processo de reforma da Constituição e do Código da Ordem de Malta. A Constituição foi promulgada em junho de 1961 e reformado em 1997. Em particular, a reforma constitucional irá corrigir eventuais deficiências institucionais. A crise recente revelou algumas deficiências no controle e equilíbrio dos sistemas de governança: a reforma vai levar isso em conta. A reforma incidirá no fortalecimento da vida espiritual e aumento do número dos seus membros professos.

O Lugar-Tenente
De acordo com a Constituição da Ordem, o Lugar-Tenente ocupará o cargo apenas pelo período de um ano, com os mesmos poderes que um Grão-Mestre, tendo por obrigação reunir o Completo Conselho de Estado antes do fim do mandato.
Como Soberano da Ordem tem a autoridade final. Juntamente com o Soberano Conselho, emite as medidas legislativas não previstas pela Constituição, promulga os actos do governo e acordos internacionais ratificados. Terá a sua residência, na Sede da Ordem de Malta, no Palácio Magistral em Roma. Fonte: ttps://www.orderofmalta.int/it


Post scriptum - Rectificamos a denominação "Tenente Grão-Mestre" para "Lugar-Tenente", para simples uniformização das comunicações da Ordem. No entanto, entendemos que, atenta a sua essência, modo de eleição e função, "Tenente Grão-Mestre" é a melhor e mais adequada tradução de Lieutenant of the Grand Master .

quinta-feira, 27 de abril de 2017

29.04.2017 - Reunião do Conselho Completo de Estado da Ordem Soberana e Militar de Malta

Villa Magistral da Ordem de Malta
Aventino, Roma
O Conselho Completo de Estado da Ordem Soberana e Militar de Malta, órgão responsável pela eleição do Grão-Mestre, terá lugar no próximo sábado, dia 29 de Abril, na Vila Magistral - sede extraterritorial da Ordem - em Roma.
Este Conselho é composto pelos representantes máximos da Ordem ao nível do Soberano Conselho em funções, dos Grão-Priorados, Associações Nacionais e Cavaleiros eleitos pelos seus pares, num total de 56 eleitores.

À semelhança do Estado do Vaticano, a Ordem Soberana e Militar de Malta é uma Monarquia Electiva, pelo que o Grão-Mestre é eleito, para vida, pelo Conselho Completo de Estado, entre os Cavaleiros Professos com pelo menos dez anos em votos perpétuos, se forem menores de cinquenta anos de idade. No caso dos Cavaleiros Professos que são mais velhos, mas que têm sido membros da Ordem durante pelo menos dez anos, três anos em votos perpétuos são suficientes.
Desta feita, há 12 candidatos elegíveis. Os Cavaleiros Professos que participam no Conselho Completo de Estado têm o direito de propor três candidatos no primeiro dia do Conselho, o chamado "terna". Na sequência desta decisão, inicia-se o processo eleitoral. Para eleger um Grão-Mestre, é necessária uma maioria mais um voto dos presentes com direito a voto. Se não se conseguir a eleição nesta primeira volta, os membros passam a ter liberdade de escolha relativamente aos 12 candidatos elegíveis nas votações seguintes.

Depois da eleição, o candidato eleito para o cargo de Grão-Mestre é notificado da sua eleição, devendo aceitar ou recusar o cargo imediatamente. Aceitando, deve comunicar a sua eleição a Sua Santidade o Papa.

Se da reunião do próximo sábado sair eleito um candidato, este, na manhã seguinte, prestará juramento em Sessão Solene do Conselho Completo de Estado na presença do Delegado Especial de Sua Santidade o Papa, Dom Giovanni Angelo Becciu, seguindo-se a celebração da Santa Missa na Igreja da Ordem, no Aventino.

_________________________

Comunicação de Sua Santidade, o Papa Francisco


A Sua Excelência Fra’ Ludwing Hoffmann von Rumerstein, 
Grande Comandante e Tenente Interino 
e aos Membros do Conselho Completo do Estado da 
Ordem Soberana, Militar e Hospitalária de São João de Jerusalém, de Rodes e de Malta

Na minha preocupação pastoral de que a Ordem de São João ofereça à Igreja e ao Mundo os seus Carismas, a missão e a obra para a qual o Senhor a trouxe à existência há 900 anos, quero dar-vos uma palavra de encorajamento e algumas reflexões neste momento em que se prepara a eleição do Grão-Mestre ou do Tenente do Grão-Mestre.
Creio que, em cumprimento do encargo que me foi confiado como Supremo Pastor da Igreja, tenho a responsabilidades de todos os Institutos de Vida Consagrada e, portanto, também da Vossa Ordem distinta e antiga. Além disso, é a mesma Carta Constitucional que prevê uma relação particular com o Sucessor de Pedro como um dos princípios da Ordem de Malta.
Em virtude desta relação especial, nestes últimos meses, ouvi pessoalmente ou por intermédio do meu Delegado, os desejos e aspirações de muitos membros da Ordem, que querem assegurar um modo de servir ainda mais consonante com o Evangelho, de acordo com o carisma e os objetivos particulares da família da Ordem (Tuitio Fidei et Obsequium Pauperum).
Estão, pois, embarcados num importante caminho de renovação espiritual, num espírito de fidelidade à tradição e de olhos postos nos sinais dos tempos e necessidades do mundo, através do testemunho da Fé e nos serviços aos pobres.
À Pessoa que escolherem para guiar a Ordem neste momento de transição, será confiado o dever de implementar as iniciativas adequadas para estudar e apresentar as reformas necessárias, as quais serão devidamente avaliadas por um Capítulo Geral Extraordinário.
Na sequência da minha decisão de 2 de Fevereiro último, em indicar o meu Delegado Especial perante esta distinta Ordem, designo agora H.E. Mons. Giovanni Angelo Becciu para receber o juramento dos eleitos, derrogando, na medida do necessário, os artigos 14.º e 17.º, n.º 5 da Carta Constitucional.
Peço ao Senhor e encorajo-vos a realizar com alegria a missão iniciada pelo Beato Gerard e continuada pelo testemunho de muitos Santos e Beatos da Ordem, promovendo a glória de Deus através da Santificação dos seus Membros, do Serviço à Fé e ao Santo Padre e a ajuda aos mais vulneráveis.
Que a Santíssima Virgem Mãe de Deus do Monte Filermo, o Precursor e Profeta São João Batista, e o Beato Gerard vos acompanhem neste caminho.
Como penhor da assistência divina, com afecto especial, concedo a todos vós a minha Benção Apostólica,

Francisco, 

Vaticano, 26 de Abril de 2017

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

NOTA DE PESAR E CONDOLÊNCIAS


Foi com profunda consternação e pesar que recebemos a notícia do falecimento de Sua Alteza o Senhor D. Henrique João de Bragança (1949-2017), Infante de Portugal e Duque de Coimbra, Cavaleiro Grã-Cruz de Honra e Devoção da Ordem Soberana e Militar de Malta, irmão mais novo de Sua Alteza Real o Senhor D. Duarte Pio de Bragança.
Homem simpático e de bom trato, Cavaleiro e Voluntario consciencioso e activo, enquanto membro da Assembleia dos Cavaleiros Portugueses da Ordem Soberana e Militar de Malta, participou em inúmeras campanhas de apoio aos Peregrinos e auxílio aos mais necessitados.
À família, amigos e confrades, manifestamos os mais sinceros votos de pesar e condolências.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Novo Grão-Mestre da Ordem de Malta poderá ser eleito no próximo dia 29 de Abril

Villa Magistral da Ordem de Malta
Monte Aventino, Roma
De acordo com a deliberação tomada pelo Soberano Conselho, os cerca de 60 eleitores internacionais serão convocados para reunir em Completo Conselho de Estado da Ordem Soberana e Militar de Malta, no próximo dia 29 de Abril, na Casa do Capítulo da Villa Magistral, no Monte Aventino, em Roma.
De acordo com o disposto no artigo 23.º da Constituição, para eleição do novo Grão-Mestre será necessário o voto da maioria dos eleitores presentes na Conselho electivo. in site da Ordem de Malta